Ir para conteúdo

Biópsia líquida em pauta no SBT Brasil

biopsia_liquida
Reportagem de Simone Queiroz 

A análise de DNA tumoral circulante (ctDNA) – também conhecida como biópsia líquida – uma técnica não invasiva feita a partir de uma simples coleta de sangue em laboratório que permite identificar mutações nos fragmentos de DNA que se desprendem da célula tumoral e caem na corrente sanguínea, foi tema esta semana de uma reportagem do telejornal SBT Brasil.

Esta análise permite a identificação de uma mutação associada com resistência à droga, fato este que possibilita estudar a utilização de uma outra droga que volte a combater o tumor. A biópsia líquida ctDNA é indicada para investigar a possível existência de mutações em genes para os quais já há terapia-alvo (droga especialmente desenhada para o perfil molecular de determinado tumor).

Um dos exemplos é a mutação T790M, que pode ser detectada em um percentual significativo de pacientes com câncer de pulmão com EGFR mutado. Em se tratando de câncer de pulmão esse teste também é aplicado em caso de tumores com mutação no gene KRAS, NRAS e BRAF. Há indicação também, principalmente, em casos de câncer colorretal e melanoma.

SBT Brasilhttp://www.sbt.com.br/jornalismo/sbtbrasil/noticias/82993/Novo-exame-de-sangue-promete-revolucionar-tratamento-de-cancer.html

 

mouraleitenetto Ver tudo

Blog do jornalista Moura Leite Netto, botonista amador, osasquense, são-paulino, torcedor também do Napoli, Lakers e Patriots e mestre e doutorando em Oncologia.

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: