Ir para conteúdo

Sistema imune x leucemia

O assunto referente ao câncer de maior repercussão ao longo da semana foi o anúncio do FDA da aprovação da primeira terapia genética contra um tipo da doença, mais especificamente a leucemia linfoblástica aguda. A terapia em questão é o Kymriah (tisagenlecleucel), desenvolvido a partir de uma técnica chamada CAR-T (sigla em inglês para “receptor de antígeno quimérico de células T), que introduz um anticorpo em células de defesa do organismo do próprio paciente, as células T de seu acrônimo, para que reconheçam e ataquem as células doentes. Portanto, retira-se e manipula-se as células do próprio paciente, devolvendo-as já modificadas.

ed-2546O tema estampou a capa da revista VEJA, que ainda se encontra disponível nas bancas. Em reportagem assinada por Natália Cuminale, o texto destaca que a terapia representa a nova revolução contra o câncer, ressaltando que o anúncio da agência regulatória norte-americana foi feito com um entusiasmo incomum. Isso porque são sólidas as evidências de que essa e outras drogas com este conceito de terapia genética são promissoras. Testada em 63 pacientes – crianças e jovens de 3 a 23 anos – a terapia resultou em remissão completa da doença em 52 delas. Ressalta-se que todos os pacientes em questão estavam em condição não curativa antes de surgir essa nova opção de tratamento.

Por sua vez, é necessário haver parcimônia. A terapia segue em testes, inclusive para outros tipos de câncer. A reportagem aponta que há 40 estudos em andamento. É necessário também um maior período de seguimento dos pacientes. Há também entraves quanto ao seu altíssimo custo, não sendo acessível a todos. No Brasil, a droga, estima-se, deverá estar disponível no prazo de três anos.

Na reportagem da VEJA vale a pena conferir o infográfico que explica o passo a passo da terapia CAR-T, desde a extração, passando pela manipulação em laboratório até o retorno ao paciente para ser reconhecido pelo sistema imunológico. No rodapé das páginas, dá para seguir a linha do tempo de outros importantes avanços no combate ao câncer como terapias-alvo, testes genéticos e imunoterapia.

Outra abordagem interessante  relacionada ao tema foi feita por Luís Fernando Correia no canal Globonews. Assista: http://g1.globo.com/globo-news/estudio-i/videos/t/luis-fernando-correia/v/nova-tecnica-para-tratamento-da-leucemia-e-aprovada-nos-estados-unidos/6117662/

mouraleitenetto Ver tudo

Blog do jornalista Moura Leite Netto, botonista amador, osasquense, são-paulino, torcedor também do Napoli, Lakers e Patriots e mestre e doutorando em Oncologia.

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: